Compromisso e honra

Em 2016, o retrato de Sérgio Moro

Acredito que cada um de nós, enquanto artista ou cidadão, tem um compromisso com o que pensa, com seus ideais.

Foi para mim, portanto, uma honra ter meu retrato recebido pelo juiz Sergio Moro e sua esposa, Rosangela Moro.

Retrato de Sérgio Moro: início da pintura

Depois de todos estes anos observando e tentando denunciar, com todos os nossos amigos por aqui, a corrupção e a impunidade que pareciam invencíveis, Sergio Moro e sua equipe conseguiram, inacreditavelmente, trazer esperança para cada um de nós.

Agradeci a Moro, na dedicatória da obra, não em meu nome, mas em nome de meu filho, de 20 anos, que ama este país e hoje, graças á fé e ao esforço desses homens, pode sonhar com um futuro melhor.

Minha obra é um agradecimento pessoal.

Veja o video

Esse agradecimento, entretanto, só foi possível graças ao incentivo da amiga> Silvia Franco, que coordenou, se entusiasmou e fez com que a obra chegasse às mãos de Rosangela e Sergio Moro.

Obrigado, Silvia, especialmente pela paciência.

O retrato nas mãos de Moro: uma honra

Estamos presenciando um momento histórico, em que o país muda pelas mãos de homens e mulheres de fé, como Janaína Paschoal, Deltan Dallagnol, Helio Bicudo, Miguel Reale Jr.

Registrar esse momento é realmente um privilégio para qualquer artista.

E, no caso de Sergio Moro, uma honra.

*Marco Angeli, novembro de 2016

marcoangelifull

publicitário, artista plástico e cidadão

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor acessando: apoia.se/marcoangelifull

Mais de marcoangelifull

Comentários

Mais em Arte e Cultura