Zélumbre e zémaia na contramão do Brasil

Enquanto os zés conspiram, Regina Duarte coloca a barata pra voar.

Enquanto o povaréu se dedicava ao menu de sempre, o de se indignar com as façanhas lesa pátria do senado e da câmara dos deputados, protagonizadas pelos zés, zélumbre e zé maia, Regina Duarte, antes mesmo de sentar na cadeira de secretária da cultura oficialmente meteu o louco e demitiu 12 funcionários.

Muita gente se indignou, chamaram a moça nas redes sociais de tudo o que foi possível, provando mais uma vez que num dia você está no topo -no caso de Regina, anos- e basta um momento, um deslize, para cair em desgraça e na língua do povo.

O povaréu é rápido no gatilho, com o mesmo amor que eleva às alturas com ódio atira à sarjeta.

A verdade é que não se sabe ainda as razões do gesto da agora secretária.

Os próximos dias, provavelmente, vão colocar luz sobre o assunto.

Estruturar novamente a cultura com gente de confiança da moça pode ser uma explicação.

Depende, naturalmente, dos nomes que ela indicará.

Só vendo.

Enquanto isso, melhor respeitar o trabalho e o posicionamento à direita -sempre coerente- de Regina, que inclusive apoiou a próxima manifestação do dia 15 entusiasmadamente nas redes.

No Congresso, enquanto isso, petistas se esmeraram em despejar asneiras e mentiras em seus empoados discursos pré votação do veto 52 de Bolsonaro.

Descontrolados como sempre quando se põe a falar, capricharam tanto que mais uma vez conseguiram estourar o tempo -e o saco dos ouvintes- e a votação acabou sendo adiada para a próxima terça, 10.

Loucos para prejudicar o governo Bolsonaro e de quebra meter as mãos sujas nos 30 bilhões da discórdia, podem ter dado mais um tiro no próprio pé gasto e roto.

Divirta-se conosco no vídeo:

Quanto mais se aproxima o dia 15 de março, data fatídica para os zés, mais aumenta a pressão para que o veto de Bolsonaro seja mantido.

Se ontem os prognósticos já indicavam que o veto se manteria -especialmente no Senado- no dia 10 a coisa vai piorar para o lado dos que querem derrubá-lo.

Zélumbre e zémaia esperneiam.

Zémaia não se conforma e para demonstrar sua força parlamentarista lima os direitos de 12 deputados do PSL, a pedido do crápula Luciano Bivar.

Consegue, assim, somente atrair mais ainda para sua ilustre cabeça os raios do povaréu indignado, que já não suporta sequer ver sua cara por aí.

Zélumbre, por sua vez, conspira como sempre, imaginando talvez que vai ganhar -com sorte- um carguinho do futuro primeiro ministro, o rotundo zé maia.

Enquanto a vaca dos dois vai cambaleando rapidamente para o brejo merecido, o país se prepara para o dia 15 de março.

Dia de apoio ao presidente eleito e ao Brasil.

marcoangelifull

publicitário, artista plástico e cidadão

Mais de marcoangelifull

Comentários

Mais em Política