15 de março adiado

O que a praga dos corruptos não conseguiu o corona tirou de letra.

O que o esforço conjunto de várias pragas não conseguiu fazer, uma apenas -o coronavírus- conseguiu.

Rodrigo Maia, Alcolumbre, imprensalha, a esquerda e toda a quadrilha se esforçaram, mas quem adiou mesmo a enorme manifestação que se anunciava para o Brasil e acabou salvando essas pestes da execração pública no próximo dia 15 foi mesmo o corona.

A mudança repentina do quadro de evolução da doença no mundo -que ao que parece ninguém consegue prever- levou finalmente o presidente a aconselhar que o protesto fosse adiado.

Veja o vídeo conosco:

Por um lado, as pessoas de bom senso reagem de acordo com um fato simples: não há como fazer apostas neste jogo que envolve a saúde das pessoas.

Não faltam, entretanto, os que apostam: alguns minimizando o poder destrutivo do vírus e no outro extremo há os que o maximizam, virando uma espécie de profetas do apocalipse.

São esses que invadem os supermercados em pânico comprando 90 rolos de papel higiênico, como se manter o rabo limpo fosse uma espécie de mandinga que salvará os bons e justos da terrível ameaça do corona.

Existem também -sempre eles- os que abanam o rabinho e fazem festinha para o providencial vírus, e talvez o coloquem no mesmo pedestal de marielles.

Afinal, o corona foi o que acabou salvando a esquerda do que seria, provavelmente, a maior humilhação de sua história.

Enfim, não se pode chorar por leite derramado ou vírus espalhado.

O presidente agiu corretamente.

Maior ou menor risco, não importa.

Na conjuntura dos últimos dias, era o que restava a ser feito.

Mas a alegria da esquerda e dos zémaias e zélumbres vai durar apenas até esse surto terminar.

Que aproveitem enquanto podem.

O povo desmemoriado já não existe mais neste país.

Estamos, como sempre estivemos por aqui, para que eles se lembrem do que são.

*Em tempo, movimentos como o Nas Ruas, Movimento Conservador, Aliança Pelo Brasil e Pró América já anunciaram que estão adiando o 15 de março.

marcoangelifull

publicitário, artista plástico e cidadão

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor através da nossa Vakinha virtual

Comentários

Mais em Política