Covid-19, o exemplo da Itália

Brasil hoje está no estágio em que a Itália estava há 30 dias

O Brasil teve a sorte- ou a benção divina- de não estar entre os primeiros países infectados por essa variação perversa do coronavírus, o Covid-19.

A Itália não teve a mesma sorte.

Em pouco mais de 30 dias, o contágio pelo vírus mudou drasticamente a situação social e econômica do país.

Hoje o segundo país mais infectado do mundo, atrás apenas da China, a Itália amarga uma crise na saúde e na economia sem precedentes em sua história.

Isolados -a única forma de se conter a progressão assustadora do Covid-19, os italianos cantam em suas varandas, mostrando ao mundo uma comovente solidariedade.

Talvez Deus seja brasileiro.

Talvez não.

O fato é que, diferente da Itália e outros países da Europa, o Brasil tem um exemplo claro e vívido do futuro próximo, caso não tome medidas severas para conter a praga.

Prevenção é uma palavrinha que autoridades e povo brasileiro não costumam usar.

A ideia é sempre a mesma: só enfrentar o problema quando ele já é grande demais.

Misturado à absoluta falta de informação e falta de vontade em obtê-la, esse costume, nestes dias, pode ter consequências terríveis.

Vejam o vídeo conosco:

Mirem-se no exemplo da Itália, onde já não há espaço nos cemitérios na região da Lombardia e os fornos crematórios, apesar de trabalharem 24 horas seguidas, já não conseguem resolver o problema da quantidade inesperada de pessoas mortas.

E a praga se espalha rapidamente por outros países da Europa.

Direto da Itália, Milton Angeli faz um resumo claro e conciso da situação do país, que coloco aqui para vermos juntos.

E aprendermos com essa lição.

Porque - não se pode esquecer- todos os especialistas médicos são unânimes em afirmar que o Brasil se encontra exatamente no nível que que estava a Itália há apenas 30 dias.

Deus pode até ser brasileiro, mas sua paciência há de ter limites.

Ignorando a opinião médica e as mais elementares considerações lógicas, povo e autoridades brasileiras parecem viver em outro mundo.

Um mundo que, ao que parece, mudou nestes dias.

Vejam o vídeo conosco:

marcoangelifull

publicitário, artista plástico e cidadão

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor através da nossa Vakinha virtual

Comentários

Mais em Gerais