Anos escuros

O retrato de Janaína Paschoal, 2018

Foram dez anos difíceis.

Dez anos ou mais de lutas, de escrever muito.

Anos de indignação, muitas vezes de desanimo.

Com a cultura em decadência, a vida foi difícil pra todo artista, principalmente os que não se beneficiaram com as benesses dos governos de esquerda.

Sabem do que falo.

Para os artistas que, como eu, se posicionaram há muitos anos contra a esquerda -escrevendo e pintando- foi mais difícil ainda.

Como consequência, fui limado de grandes empresas para as quais trabalhava, como Petrobrás ou Embraer.

Outros artistas, mais espertos do que eu -admito- se calaram.

Outros me ignoraram, e alguns me esqueceram.

Alguns, mais radicais, me deletaram e bloquearam.

Não importa.

Sobrevivi.

E mantenho minha integridade.

Que é o que vale.

Alguns -sim- chamarão de ingenuidade.

Fodam-se.

Hoje, sábado, 6 de outubro de 2018, a um dia de uma mudança há muito esperada por todos os brasileiros decentes, olho pra trás e não me arrependo.

Não me arrependo de uma linha sequer que escrevi nestes ultimos quinze anos.

Porque sei -mesmo correndo o risco de parecer ingenuo- que fiz o que fiz pelo meu filho, e por toda a geração dele, que hoje tem 20 anos. Isso basta.

Isso compensa.

E amanhã, espero...vamos comemorar.

marcoangelifull

publicitário, artista plástico e cidadão

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor acessando: apoia.se/marcoangelifull

Mais de marcoangelifull

Comentários

Mais em Arte e Cultura