As trinta vaias de João Dória

Amostra grátis do que serão as eleições em 2022.

As trinta vaias de João Dória

Hoje pela manhã, no evento de formatura de sargentos da Polícia Militar, em São Paulo, João Dória poderia ter recebido apenas trinta vaias.

Seria o suficiente, e simbolicamente perfeito.

Entretanto, ao lado de Bolsonaro, a quem não poupa críticas nos últimos tempos, depois de convenientemente usar o tal ‘Bolsodória’ para se eleger governador, recebeu uma vaia unânime das pessoas presentes.

Perito em salto no trampolim político, Dória já deixou bem claro que não tem compromisso com ninguém além dele próprio e suas pretensões de dominar o mundo, primeiro como presidente do Brasil e depois como rei das galáxias, talvez.

Naturalmente -e não poderia deixar de ser- o reizinho governará, nessa época improvável, com o auxílio da vice Joice, a rainha das galáxias e dos cliques (clique aqui, clique aqui).

Enfim, 30 vaias teriam sido suficientes.

Geraldo Alckmin que o diga, ainda com dor na bunda da rasteira que levou do pequeno governador.

Merecem os dois, atrelados a um partido semi morto, o PSDB, mais queimado que a Amazônia nos jornais comprados por Macron e conhecido por sua incompetência absoluta em descer do muro em questões que interessam ao país.

A velha máxima de que é possível enganar algumas pessoas durante certo tempo mas não é possível enganar a todos todo o tempo cai como uma luva em Dória.

O povo não é trouxa.

Ele deve ter percebido isso hoje claramente.

Enquanto isso, ao seu lado, Bolsonaro era ovacionado pela multidão aos gritos de ‘mito’, como sempre.

São Paulo ama Bolsonaro e sempre esteve ao seu lado, incondicionalmente.

Dória teve uma pequena amostra (free, querido) do que serão as eleições em 2022.

Será uma briga ferrenha entre ele e Huck, o boneco inflável da globo) disputando o último lugar absoluto.

Mas ninguém pode ser acusado por sonhar.

Sonha Dória, sonha.

marcoangelifull

publicitário, artista plástico e cidadão

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor acessando: apoia.se/marcoangelifull

Mais de marcoangelifull

Comentários

Mais em Política