Um fiasco chamado Mauricio Macri

Dirceu Pio: Maurício Macri perdeu para ele mesmo.

Está certo que Rússia, Cuba, Venezuela e o Papa Francisco ajudaram, mas no fundo no fundo Maurício Macri perdeu para ele mesmo.

Em 2015, pegou um país em desordem, assolado que foi pela corrupção, inflação, pelo empreguismo e peleguismo e consegue a façanha de entregá-lo intacto, talvez ainda pior.

Além de incompetente, foi burro – ignorou o contexto em que seu país estava enfiado.

Se olhasse do lado veria que seu vizinho mais poderoso – o Brasil – havia se livrado da inflação há mais de 20 anos e só manteve o controle da moeda porque a população enxergou as benesses do Plano Real e se apropriou delas.

Tivesse recorrido aos economistas brasileiros que inventaram o Plano Real, teria controlado a inflação em seu país, uma condição imprescindível para fazer avançar seus programas liberais para a economia.

O recente balanço da economia argentina divulgado pelo G1 explica quase tudo...vejam:

• “PIB caiu 2,5% em 2018, e a previsão é de queda de 2,6% neste ano;

• Inflação chegou a 53,5% nos últimos 12 meses

• Peso argentino sofreu depreciação, e um dólar vale quase 60 pesos – dois terços a mais do que o valor de outubro do ano passado

Preocupado, o Banco Central da Argentina elevou a taxa de juros a 40% ao ano, vendeu reservas internacionais e injetou mais de US$ 10 bilhões na economia”.

Outra coisa que Macri poderia ter importado do Brasil é o “know-how” de combate à corrupção que desde 2014 se acumula na Lava Jato.

Se o Lula que é o Lula está preso há mais de ano, porque a Cristina Kirchner continua em liberdade ?

Dirceu Pio

Jornalista

Mais de Dirceu Pio

Comentários

Mais em Política